2 de março de 2016

PRÓXIMAS ATIVIDADES

Clique na imagem para ler o texto em tamanho grande.
Clique na janela "cursos" para conhecer os detalhes do mesmo.
JANEIRO 2018
EXTENSÃO PARA FACILITADORES DE BIODANÇA em SC

6 de novembro de 2015

honrando













"Quanto mais honramos nossas relações,
 mais livres elas se tornam."
(Cris Lellis)

29 de setembro de 2015

24 de setembro de 2015

Rolando Toro diz...


Qué es Biodanza?...

LA POÉTICA DEL ENCUENTRO HUMANO
Documental grabado durante el VI Encuentro Nacional de Biodanza, celebrado en Málaga, España, en octubre de 2011. Entrevistas con Raúl Terrén, Verónica Toro, Eduardo Broggi, Walter Orellana, Tuco Nogales, Augusto Madalena, directores de diferentes escuelas de Biodanza en España.

9 de setembro de 2015

26 de agosto de 2015

20 de agosto de 2015

FORMAÇÃO

Extensão para facilitadores: A ÁRVORE DOS DESEJOS
18 a 23 janeiro 2016 :: Santa Catarina
* saiba mais clicando na pestana "cursos"

Confiança

"Confiança não significa que tudo vai dar certo. Confiança significa que tudo já está dando certo."
(Anônimo)

19 de agosto de 2015

13 de agosto de 2015

BARCELONA

... en BARCELONA ...
2 actividades de Biodanza el sábado 5 septiembre. Puedes hacerlas independientes o juntas - es tu elección. Bienvenido!
Infórmate: sileick@yahoo.com.br / info@koruma.es

10 de agosto de 2015

6 de agosto de 2015

A ARVORE DOS DESEJOS

A ÁRVORE DOS DESEJOS
EXTENSÃO para Facilitadores de Biodanza
JANEIRO 2016 - Santa Catarina
* saiba mais clicando na pestana 'cursos'

18 de junho de 2014

vivência

Somente quando algo nos comove profundamente é que a totalidade do nosso organismo age para produzir mudanças.
As vivências são o solo fértil da consciência.

real

Você nasceu para ser real, não para ser perfeito.

dança

Nem sempre podemos escolher a música que a vida toca.
Mas podemos escolher o jeito de dançar.

imaginação

Tudo o que você possa imaginar é real.
(Picasso)

obstáculo

Obstáculo é aquilo que você enxerga quando tira os olhos do seu objetivo.

vento

Cuando sea grande quiero ser viento. 
A veces canta, a veces calla,
a veces vuela y a veces descansa.
nadie se lo come y nadie se lo puede manejar...
(Joe Vega)

a roda

E ele, sorrindo, tomou as mãos de cada um e os encaminhou para o grande salão. E a luz de seu coração foi igualmente dividida entre todos os que estavam ali presentes.
Os cegos, os leprosos, os loucos, as prostitutas, os burgueses, os mendigos, os homossexuais, os políticos, os intelectuais, as crianças, os velhos, os solitários, os adolescentes, os detentos, os operários, os poetas, os deficientes, os impotentes, os onipotentes, os desiludidos, os iludidos, os carcomidos, os remanescentes... gente de toda cara, de toda tara, de toda fé, de toda beleza, de todo corpo e alma...
E ele falou sobre a salvação e o encontro de um reino mais justo dentro de cada um, pediu a todos que se abraçassem, se tocassem, e tentassem caminhar juntos dentro de seu próprio ritmo e harmonia. Que dançassem a música do aqui e agora e procurassem sentir o milagre de existir dentro do todo, totalmente entregues aos mandatos do coração.
Com o passar dos tempos eles, unidos por uma roda, já podiam se olhar abertamente nos olhos, seus corpos já possuíam o calor do ninho, a liberdade e leveza resgatados da verdade de cada uma, o brilho animal que carregavam... O tempo então parecia eterno e o espaço aberto e maior.
E a roda foi aumentando, tanto que só o salão da vida pode comportar.
No primeiro ficam enterrados o esqueleto de infinitas e múltiplas máscaras. 
E o mundo daí pode continuar em paz e crescer feliz.

* Palavras sensíveis da artista e poeta Cecília Borelli Barros, sobre a Biodança e seu criador Rolando Toro.

ecofatores

ECOFATORES :: fatores ambientais que determinam a expressão de um potencial.
Nascemos com uma quantidade quase ilimitada de potenciais a serem desenvolvidos. Estes potenciais estão escritos no nosso DNA, portanto, em cada célula do corpo O ambiente onde o indivíduo se desenvolve facilita e/ou reprime a expressão e o desenvolvimento destes potenciais.
Según do Rolando Toro, "O desenvolvimento EVOLUTIVO de cada indivíduo acontece à medida em que os potenciais genéticos encontram oportunidades para expressar-se através da existência."
BIODANÇA gera, através de suas vivências, campos específicos muito concentrados para estimular os potenciais genéticos. Cada sessão de Biodança é um bombardeio de ECOFATORES POSITIVOS sobre a função integradora adaptativa do cérebro no indivíduo, gerando processos de organização em sistemas cada vez mais complexos, criando uma rede de interação que potencializa a IDENTIDADE.

revista online

Quer saber mais sobre Biodança?
Temas científicos, filosóficos, sociais, curiosidades, poesia, tem de tudo na REVISTA PENSAMENTO BIOCÊNTRICO.
Aqui você descobre como opera a Biodança e porquê pratica-la.
Acesse: www.pensamentobiocentrico.com.br

curiosos

Algumas pessoas nos dizem aqui PORQUE fazem Biodança...
... porque acredito no ser humano.
... porque me rebelo contra o sedentarismo e o conformismo, e Biodança é movimento e inovação.
... porque preciso saber que tudo na vida tem um sentido que vai além daquilo que vejo todos os dias.
... porque me sinto acompanhado nos meus sonhos.
... porque me faz feliz.

Algumas pessoas nos dizem aqui o que aconteceu com elas DEPOIS de fazer Biodança...
... já consigo olhar o outro nos olhos.
... agora gosto que me toquem e percebi a enrime capacidade de sentir que minha pele tem.
... confio na minha força!
... sinto que a vida me protege em e cuida.
... sou mais paciente com os outros.
... tenho mais concentração.
... aprendia  pedir o que necessito.
... agora observo as pequenas coisas que antes não via.
... sei que tenho amigos.
... descobri meu corpo!

espelho

Você não pode esperar que o espelho sorria antes de você o fazer.

que é ser um professor de Biodança

Este texto foi escrito por Rolando Toro 2 dias antes da sua passagem. Fala sobre a MISSÃO do facilitador de Biodança. "Sonho que se sonha junto é realidade..."

A formação do professor de Biodança consiste essencialmente em descobrir uma missão, em transmitir o estado de graça, em mostrar novos caminhos para exercer o amor e despertar a consciência iluminada.
Frequentemente as pessoas vivem uma identidade equivocada. Reduzem sua existência às exigências de um ambiente empobrecido, quando não tóxico.
Se os homens se sentem insignificante, suas ações são insignificantes. A autoimagem de inferioridade cria monstros. Muitas pessoas não sabem que levam dentro de si uma divindade.
A natureza essencial do humano é a eterna celebração da vida. Esta condição revela uma visão iluminada sobre si mesmo e sobre o mundo.
A iluminação interior não é um privilégio pessoal. Estar iluminado para si mesmo não basta. nossa luz é para iluminar aos que permanecem na escuridão, para poder vê-los em sua essência e lhes transmitir a luz.
Viver é uma oportunidade muito especial, a oportunidade de perceber "o humano eterno" e sentir no corpo o prazer da sacralidade da vida.
Há, em nós, algo maior e mais maravilhoso do que aquilo que pensamos ou fazemos.
Se não conectamos com esse fundo eterno, sentindo que somos pobres mortais cheios de dificuldades, nossa vida torna-se insignificante.
Adquirir essa conexão com o esplendor da vida é essencial. Em realidade a iluminação, da que se fala frequentemente como um fenômeno excepcional de conotações místicas misteriosas e ocasionais, é uma condição natural de todos os seres humanos.
Trata-se de uma mudança de visão de nós mesmos e do significado da vida. É um novo modo de se vincular aos outros e enfrentar as dificuldades como parte do nosso trabalho alquímico, aceitando a abundância e a beleza que gera o amor.
Somos muito mais do que normalmente pensamos.
Somos criaturas cósmicas capazes de amar e criar beleza.
Se não assumimos nossa grandeza nos transformamos em assassinos, e nossa vida de torna insignificante.
Precisamos levar adiante a maior tarefa que pode abarcar nossa existência: devolver ao mundo a sacralidade da vida!
Rolando Toro, Santiago de Chile, 14/02/2010

shhhhh....

Se falo alto não me escuto.
(Ferreira Gullar)

despedida

Rolando Toro é abraçado pela Mãe Terra, voltando ao seu seio quente e acolhedor. Nos despedimos com imensa gratidão e reconhecimento!
19/02/2010

quarta-feira de cinzas

Acabou a folia... Depois da euforia vem o recolhimento, começa uma "nova vida". Pois foi assim: na terça-feira de Carnaval, enquanto o povo dançava, Rolando Toro Araneda partiu deste plano. Assim, como gostava, vendo o povo dançar.
E na quarta-feira de cinzas nos entristecemos...
* 19/04/1924  + 16/02/2010

aos que vieram antes

Um momento de gratidão... Honro aqui quem "veio antes" de mim e, à sua maneira, abriu caminho para que eu fizesse o movimento que fiz ocupando o meu lugar de direito.
Agradeço à Yone Nadi Martinez por me mostrar a Dança da Vida lá por 1981. Que o Grande Mistério te acompanhe sempre!

Encantamento

A pessoa encantada é 'um espelho com uma voz' dando expressão à voz ouvida na natureza e no fundo do coração. Quando a esfera mais íntima encontra a mais externa em uma articulação que abrange ambas, então percebemos o encantamento, ouvimos a canção e somos capturados em seu feitiço... Nossa própria natureza é expressa nesse transe que nos sintetiza em diamantes e não em fatos, e desse transe de diamantes podemos construir um mundo que alimente a alma, encante o coração e louve o Mistério que é sua origem e sua sustentação.
"A Magia do Encantamento" Thomas Moore

Atitude

Atitude em Biodança pode ser abertura e disponibilidade. Talvez a não-ação que permite a ação. Talvez o 'vazio criativo' como aquela atitude de não espera e de quietude tão intensas que tornam a pessoa permeável, sensível à experiência. Então ela acontece.
Aqui, o relato de uma atitude madura, que permite a transformação.
(...) Minha gratidão é pelo fato de ter compartilhado o conhecimento e a forma como podemos ter acesso a ele, sem julgar ou ter que comprovar a capacidade, apenas querer e se permitir receber. Confesso que quando comecei não esperava ter anda. (...) Bem no meu íntimo me dizia: "Já estou pleno, sei oque preciso resolver e não será nas aulas de Biodança que vou achar as respostas." Ahhhh, como pude ser tão leviano com este pensamento cheio de preconceitos e estigmas antigos. Hoje, revendo os momentos desde que começamos a compartilhar essa viagem interior em busca do nosso eu, do nosso espaço no cosmo, da confirmação da minha singularidade, percebo o poder que me foi concedido, na forma que existe em me reconstruir, me despir das formas construídas ao longa da minha existência.  Não sei como ou quando, mas essa experiência, sem dúvida, é um momento único e extraordinário no meu universo, que ninguém poderia ter vivido por mim. Eu consigo ver agora o que eu quero e o que eu sempre quis, e a única coisa que sempre me impediu... era EU.
(...) Agradeço a todos os que se permitem ter acesso a novas informações, ferramentas para os seus mapas, auxiliando assim em suas caminhadas, onde quer que elas possam estar.
(H.A. 2009)

Beethoven

Quando o silencio a envolver, a sua alma poderá cantar.

poemas

"O esquecimento está cheio de memória."
"Um poema eu posso escrever num avião, num fim de semana ou enquanto espero ao destino..."
(Mario Benedetti)

a arte de 'não fazer'

A arte de não fazer nada...
Fazer: controle.
Não fazer: entrega absoluta, deixar que a vida aconteça, uma espécie de vazio.
O vazio é a condição do caos primevo, onde reside a criatividade, elemento essencial ao surgimento da vida.
O vazio é liberdade. O 'não fazer' é liberdade. Liberdade é criar. Criar é ação. Ação é fazer... Mas e o 'não fazer'?...
A entrega permite a incorporação do arrebato criativo, uma carga que se retro alimenta até a consumação da Obra.

ponto

No quieto ponto do mundo que gira.
Não era carne, nem estava sem ela;
Nem procedia dela, nem ia rumo a...
No quieto ponto, ali está a dança,
Mas nem detida nem em movimento.
(T.S. Elliot)
ROLANDO TORO em momento de descontração - Alicante, Espanha, 2008.
Foto: Aline Eick

INCONSCIENTE VITAL

O Inconsciente Vital é o psiquismo das células e órgãos. Significa que as células e os órgãos tem memória, sistemas de defesa, afinidade e rejeição, solidariedade entre elas e uma riquíssima forma de comunicação. É um verdadeiro funcionamento integrado e este psiquismo é o que dá origem aos estados de humor. Este psiquismo não trabalha com idéias nem com imagens, só responde a estímulos externos, principalmente internos e respostas instintivas, defesa imunitária e adaptação ao meio ambiente.
Considerando os conceitos já existentes, ou seja, o conceito de Inconsciente Pessoal de Freud e o de Inconsciente Coletivo de Jung, Rolando Toro Araneda propôs o conceito de Inconsciente Vital. Segundo este conceito, os estados de humor estão relacionados com a condição de equilíbrio, vitalidade e saúde do organismo.

O DESEJO DE VIVER

Diz Rolando Toro Araneda:
O desejo de viver se origina do psiquismo celular, não do pensamento conceitual nem da vontade consciente. Existe nas células uma qualidade de sobrevivência, um índice de longevidade relacionado com o desejo de viver. Sentimos o desejo de viver quando podemos expressar os potenciais genéticos (a saber: a Vitalidade, a Sexualidade, a Criatividade, a Afetividade, a Transcendência). O estímulo da express˜zo dos cinco conjuntos de potenciais genéticos é uma forma de influir positivamente sobre o Inconsciente Vital. A depressão é o esgotamento desse impulso de vida, a perda de motivações para seguir vivendo.
A saúde do Inconsciente Vital se manifesta no desejo de viver. As pessoas "vivem mais" porque querem viver, mas esse "querer viver" não provém da vontade consciente, mas sim de um "desejo das células".